Paulo Mota


Gaudium

Palcos Instáveis ⁄ Companhia Instável

Sex 30 JUN / 21h30


Sala-Estúdio • Campo Alegre

5,00EUR • M/16
Direção Paulo Mota
Interpretação e Cocriação Ricardo Machado
Desenho de Luz Cárin Geada
Apoios Teatro Universitário do Porto, LARGO Residências (Espetáculo estreado na VAGA – Mostra de Artes e Ideias)
Duração aprox. 45 mins 
No latim, “gaudium” significa felicidade interior, verdadeira, encontrada acima de tudo e em reunião com Deus, nas palavras de Santo Agostinho. 
Um estado de paz e plenitude – independente do exterior? Surge daqui a vontade de construir uma viagem sobre a procura desse estado de comunhão interna de alguém consigo mesmo. Na dificuldade deste encontro e desta partilha, o embate com uma expressão: “medo de não existir”. 

Paulo Mota é natural de Matosinhos, começou a estudar dança aos 6 anos com o Sensei Lourenço Rocha (Karaté Shotokan) e teatro, por volta da mesma idade, com a prima Andreia na garagem do avô Mota. Em 2010terminou o curso de Interpretação da ACE e, desde então, foi dirigido por Joana Providência, António Júlio, Madalena Victorino, André Braga e Cláudia Figueiredo, Victor Hugo Pontes, Ana Luena e Rogério de Carvalho - destaca os espectáculos com música ao vivo com Dead Combo, Carlos Bica, João Paulo Esteves da Silva, Peixe, André Pires e Joana Gama.

Paulo Mota -

0