FITEI


1 JUN — 17 JUN 2017

O FITEI celebra 40 anos e está de regresso de 1 a 17 de junho para uma edição que tem como temas centrais a memória e a comunidade. Cerca de 20 espetáculos e atividades de criadores vindos de Portugal, de Espanha, da Argentina e do Chile viajam diretamente para os palcos e para as ruas do Porto, de Matosinhos e de Viana do Castelo.

Entre esses espetáculos estão "Campo Minado", no qual a encenadora argentina Lola Arias trabalha com veteranos da guerra das Malvinas num espetáculo que confunde as fronteiras da realidade e da ficção. Já Joana Craveiro, do Teatro do Vestido, propõe "Filhos do Retorno", um mergulho na memória e na história problemática do colonialismo português (e as histórias e memórias que decorrem do processo de descolonização pós-1974). Obras que refletem e dialogam com a História recente dos seus países, lançando sobre eles um olhar crítico, animadas por um élan criativo. Olhar para o nosso próprio passado é também o que faremos com o lançamento de um livro da autoria de Jorge Louraço, escrito a partir dos arquivos de quatro décadas do festival.

Pretendemos também estreitar os laços entre a comunidade artística local e os criadores que programamos, promovendo assim a troca de experiências entre pares. "Isto não é uma escola FITEI" incluirá vários workshops com artistas como Lola Arias e Joana Craveiro, entre outros. Lugar ainda para três oficinas com três reputados críticos e investigadores (Óscar Cornago, Diana Damian-Martin e Sergio Lo Gatto) que explorarão, em contexto laboratorial, com estudantes, artistas, programadores/curadores, as instrincadas relações entre o Teatro e a Política. A programação completa será anunciada a 9 de maio. Até lá, continuamos a acreditar que a vida começa aos 40. — Gonçalo Amorim e a equipa do FITEI


Toda a programação em 
WWW.FITEI.COM