ISRAEL GÁLVAN (ES)


Fla.Co.Men

Sáb 1 Jul / 19h00


Grande Auditório MO • Rivoli

10,00EUR • M/6 

bilhetes

Direção, Coreografia e Interpretação Israel Galván
Músicos David Lagos, Tomás de Perrate, Eloisa Cantón, Caracafé e Proyecto Lorca (Juan Jiménez y Antonio Moreno)
Direção Artística e Coreografia de “Sevilhanas” Pedro G. Romero
Direção de Cena e Coreografia de “Alegrías” Patricia Caballero
Desenho de Luz: Ruben Camacho
Som Pedro Leon
Direção Técnica Pablo Pujol
Coordenação de Ensaios Balbi Parra
Figurinos Conha Rodrigues
Produção A Negro Producciones
Coprodução Théâtre de la Ville , Theatre de Nîmes
Com o apoio de Instituito Andaluz del Flamenco, Consejeria de Educación, Cultura y Deport de la Junta de Andaluzia, Fondo Europeu de Desarrollo Regional (FEDER)
Duração aprox. 1h20
 Em “Fla.Co.Men.”, a música é o principal argumento para o espetáculo.
A música que soa em todas as propostas cénicas de Israel Gálvan, que elevaram os seus espetáculos a uma dimensão elevada na área do flamenco, à qual se acrescentam agora libretos e componentes cénicos. Em “Fla.Co.Men.”, um resumo dos essencial dos seus espetáculos, não há um argumento definido. Apenas a música serve como fio condutor. Na concretização deste espetáculo, desligou-se o essencial do acessório dando enfoque ao mais luminoso da obra de Gálvan: o som. A ideia para este espetáculo surgiu entre “Utrera”e “La Rinconada”, reciclando o seu som com o apoio de músicos selecionados e oferecendo ao público breves momentos de felicidade. Israel Gálvan é uma máquina e aqui soa em toda a sua pureza. Apenas na música, uma das características principais do flamenco e do trabalho de Israel Gálvan. Aqui, o corpo assume-se como instrumento. Não apenas da percussão, mas de metais, de cordas, de brisas e silêncios. O corpo fala num jogo em total liberdade com os elementos próprios do flamenco. Do tradicional aocontemporâneo. Rompendo barreiras. Criando um novo território próprio para um artista ímpar na cena atual. 

Israel Gálvan nasceu em Sevilha, em 1973. Filho de bailadores sevilhanos, desde criança que vive de forma natural os ambientes de festa e academias de baile espanholas. Em 1994, ingressou na Companhia Andaluza de Dança, sendo aqui o começo de uma carreira imparável nesta área, tendo conseguido os prémios mais importantes como o Prémio Nacional de Dança e a Medalha de Belas Artes (Espanha), o Bessie Performance Award (Nova Iorque) e o Officier Dans L’ordre Des Arts Et Des Lettres e o Grand Prix De Danse (França) e o National Dance Award (Reino Unido). É reconhecido como um revolucionário na concepção dos espetáculos de flamenco.

///
AQUECIMENTO PARALELO COM MARIANA AMORIM • SÁB 1 JUL

///
CONVERSA PÓS-ESPETÁCULO COM CATARINA FERREIRA • SÁB 1 JUL
Bailarina, Professora e Investigadora de Flamenco
ISRAEL GÁLVAN (ES) - © Hugo Gumiel

© Hugo Gumiel

calendário