Metabolic Rifts


Assembleia de Pensamento Crítico

Curadoria e organização: Prospections for Art, Education and Knowledge Production

Projeto Apoiado no âmbito do Programa Criatório

Sáb 17 Fev / 14h30


Pequeno Auditório • Rivoli

Entrada gratuita • M/12 
 
Na sua segunda assembleia MR convida a investigar morfologias do conhecimento, sistemas de colonização epistémica e de governança capitalista, bem como as presentes condições de delimitação política e corporativa que condicionam práticas curatoriais contemporâneas.
Posicionamentos modernos e contemporâneos inscrevem o sujeito num presente fracturado de gestão financeira e desordem climática à escala planetária — desde as suas raízes “iluministas”até futuras rotas de extinção. Quais as cesuras e contradições óbvias que operam nestes limites narrativos? Em colaboração com Teatro Municipal do Porto, Metabolic Rofts convida os seus participantes a descompactar assimetrias basilares em processos de construção fronteiriça e de infraestrutura à escala global, explorando, também, alternativas emancipatórias decorrentes deepistemologias e cosmogonias não ocidentais.
— Prospections for Art, Education and Knowledge Production 

PROGRAMA


15H00
Boaventura de Sousa Santos
Epistemologias do Sul: Descolonizando a Arte e o Conhecimento

17H00
Maria Iñigo Clavo
A Nossa Metodologia é o Nosso Agenciamento: Notas sobre a descolonização do conhecimento através do curatorial

18H00
Vivian Ziherl
760 Anos de Natural - Entre um Leão e o Oceano Profundo

21H30
Fabrizio Terranova.
Donna Haraway: Storytelling for Earthly Survival
(2016, cor, som, 81min)

*As conferência são faladas em inglês sem tradução simultânea e o filme será exibido na versão original, também sem legandagem.

Prospections for Art, Education and Knowledge Production é uma assembleia peripatética de investigação em artes visuais e performativas, mobilizada por Alexandra Balona e Sofia Lemos. Através de um programa de encontros discursivos, exposições, performances e publicações, propõe uma escavação de ortodoxias metodológicas, de modo a fomentar a investigação como um encontro implicado, aberto e dialógico, mobilizando teoria e prática em colaboração interdisciplinar, de forma a examinar narrativas e contendas sobre as origens e ficções do sujeito. Metabolic Rifts conta com o apoio “Criatório” da Câmara Municipal do Porto, e existe em parceria com o Teatro Municipal Porto, o Museu de Arte Contemporânea de Serralves, a Reitoria da Universidade do Porto, o Lisbon Consortium e o CECC - Centro de Estudos de Comunicação e Cultura da Universidade Católica de Portugal, o Goethe-Institut Portugal e a Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento.


Boaventura de Sousa Santos é Professor Catedrático Jubilado e Diretor do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbrada e Distinguido Académico de Estudos Legais da Faculdade de Direito da Universidade de Wisconsin-Madison.

Donna Haraway é Professora Emérita no Departamento de História da Consciência e Estudos Feministas da Universidade da Califórnia, Santa Cruz e entusiasta de ficção científica.

Fabrizio Terranova é cineasta, ativista, dramaturgo e professor da École de recherche graphique em Bruxelas, onde lançou e codirige o programa de Mestrado em Narração e Experimentação / Narração Especulativa.

Maria Iñigo Clavo é investigadora, curadora e professora da Universidade Aberta da Catalunha, onde é co-fundadora do grupo de investigação independente "Península, processos coloniais e práticas artísticas e curatoriais" em colaboração com o Museu Reina Sofia em Madrid.

Vivian Ziherl é curadora, crítica e doutoranda na Universidade Monash. Em 2015, estabeleceu a Fundação de arte e investigação Frontier Imaginaries [Imaginários Fronteiriços].
Metabolic Rifts - © Fabrizio Terranova, 2016

© Fabrizio Terranova, 2016

calendário