Tsirihaka Harrivel & Vimala Pons

Grande -
França
Estreia Nacional

Novembro

23 Sex 21.00h & 24 Sáb 19.00h


RIVOLI Grande Auditório

10.00€ • >12  

bilhetes

Conceção, Produção, Dramaturgia, Música, Desenho de Som, Desenho de Luz e Adereços Tsirihaka Harrivel & Vimala Pons
Direção Técnica Charlotte Fégelé
Som Manu Laffeach
Diretor Criativo Elise Lahouassa
Figurinos Vimala Pons & Remy Ledudal
Cenário Mathieu Delangle, Manu Laffeach, Julien Vadet, Marion Abeille, Flavien Renaudon, Elise Lahouassa, Florian Méneret, Tsirihaka Harrivel, Marlène Bouana
Direção de Produção Adeline Ferrante
Produção Executiva Murailles Music
Coprodução Plateforme 2 Pôles Cirque en Normandie, La Brèche – Cherbourg & Cirque Théâtre d’Elbeuf; La Brèche, Pôle National des Arts du Cirque de Basse-Normandie / Cherbourg-Octeville; Le CENTQUATRE-PARIS; Espace Malraux, Scène Nationale de Chambéry et de la Savoie; Les Subsistances, laboratoire international de création artistique, Lyon; Le Lieu Unique, scène nationale de Nantes; Théâtre de la Ville, Paris; Institut Français de Beyrouth, Liban; La Filature, Scène nationale - Mulhouse; Le Prato, Pôle National Cirque à Lille; Nuit Blanche 2015, Ville de Paris; Maillon, Théâtre de Strasbourg - Scène européenne; Le Quai, Centre dramatique national Angers Pays de la Loire; Le Manège, scène nationale de Reims; Le Cirque-Théâtre d’Elbeuf, Pôle National des Arts du Cirque; Bonlieu, scène nationale d’Annecy; association Le Point Triple; Film Argent; Argent Eléphant
Apoio para Residências Artísticas Villa Médicis, Roma; La Brèche, Pôle National des Arts du Cirque de Basse-Normandie / Cherbourg-Octeville; Le CENTQUATRE-PARIS; Les Subsistances, laboratoire international de création artistique, Lyon; Institut Français de Beyrouth, Liban; Espace périphérique (EPPGHV - Ville de Paris); Le Quai, Centre dramatique national Angers Pays de la Loire; Le Manège, scène natio- nale de Reims; Le Cirque-Théâtre d’Elbeuf, Pôle National des Arts du Cirque
Apoios Ministère de la Culture et de la communication - Direction Générale de la Créa- tion Artistique (aide à la création cirque- et Direction Régionale des Affaires Culturelles Pays de la Loire (aide au projet); Fondation Beaumarchais - aide à l’écriture cirque; Association Géniale
Duração aprox. 1h50
“GRANDE –“ é um espetáculo descontroladamente contemporâneo, que combina a poesia das imagem recém-descobertas (e investigadas) com um estilo de escrita bem definido e apurado.
Inclui alvos que são meras ilusões, humores com altos e baixos, música que pontua a ação e se torna, aqui e ali, como elemento acessório no quotidiano das imagens. Esta performance, baseada na poética dos gestos, podia ter um lema bem definido: “dizemos o que fazemos e fazemos o que dizemos”. É uma promessa declarada ao espectador, que procurará ser cumprida no meio de caos aparente, em palco. “GRANDE –“ (assim mesmo, com o hífen) é um título a ser completo, abrindo possibilidades às diferentes hipóteses de incluir um novo elemento nesta nomeação. Um espetáculo de circo que tem, na base, a linguagem domusic hall e do espetáculo de variedades. É como se fosse um diário, dividido numa série de revisões. É uma história de objetos: familiares, de amor, da infância, de disputa ou obsessão. Há apenas duas pessoas em palco, agindo e reagindo consoante os acontecimentos se vão desenrolando, em ocasiões mais ou menos irreais, surpreendentes e impressionantes. Como reagem quando uma máquina de lavar gigante engole um dos intérpretes? Os acontecimentos precipitam-se mas... a vida não pode parar. Ela está cheia de imprevistos e gestos, todos sabemos. Alguns são mais ou menos acidentais, outros são ágeis e desastrados.


Tsirihaka Harrivel e Vimala Pons são duas das principais figura no domínio do circo contemporâneo. Trabalham juntos desde 2005. Em 2007 apresentaram “Numéro en 5 épisodes” no Centre National des Arts du Cirque (CNAC). Em 2012, e enquanto membros do coletivo de Ivan Mosjoukine criaram “De nos jours”. Em Outubro de 2015, por ocasião da Noite Branca de Paris, apresentaram “Night Revue: Revue 1 à 6”, uma performance em contínuo que teve lugar um comboio em movimento até La Chapelle. Um ano depois, em 2016, estrearam GRANDE -, o seu último trabalho até ao momento. Trabalham, atualmente, na apresentação de um projeto de grande escala chamado “Tout Ça / Que Ça”, que estará concluído em 2019. Tsirihaka Harrivel participou ainda, individualmente, em obras de Christophe Huysman, Mathurin Bolze e Dominique Dupuy. Já Vimala Pons é também atriz e participou em filmes de realizadores conhecidos como Alain Resnais, Jacques Rivette, Benoît Jacquot, Philippe Garrel, Bertrand Mandico, Antonin Peretjatko, Paul Verhoeven, Sébastien Betbeder, Thomas Salvador ou Bruno Podalydès.
Tsirihaka Harrivel & Vimala Pons -

calendário