JOÃO SOUSA CARDOSO


Os Pescadores

Estreia ⁄ Coprodução

JOÃO SOUSA CARDOSO

Novembro

Qui 17 & Sáb 19 NOV ⁄ 21h30 • Sex 18 nov / 19h00

RIVOLIPequeno Auditório

Teatro
5,00 eur • M/12 
⁄ 
Duração aprox. 1h  
Esta nova criação, em estreia absoluta, reflete sobre as narrativas complexas e os códigos da representação, explorando as noções de masculinidade e de género, de trabalho e de sacrifício, de eros e de economia da morte. Se o mundo é governado pelos senhores e pela palavra, que drama é o dos homens intermitentes que circulam entre o mundo dos vivos e o terror da phisys, organizados num espaço incerto, num tempo flutuante e num imaginário que oscila entre as convenções da tradição e os impulsos da sobrevivência? Num diálogo musculado entre intérpretes e encenador, auscultam-se as formas incertas que nascem da experiência do silêncio, do invisível e do recalcado como a da vida no mar.

João Sousa Cardoso
(1977). Doutorado em Ciências Sociais, pela Universidade Paris Descartes (Sorbonne). Desenvolveu, em 2015, a criação TEATRO EXPANDIDO! no Teatro Municipal do Porto. Em 2014, criou MIMA-FATÁXA, a partir de Almada Negreiros, coproduzido pelo Maria Matos Teatro Municipal, Teatro Viriato, Centro Cultural Vila Flor, Teatro Municipal da Guarda e Teatro Virgínia. Criou ainda os espetáculos “Raso como o Chão” (2012) no Teatro Nacional São João, no Porto, “A Carbonária” (2008), com estreia no Teatro Municipal de Bragança, e “O Bobo” (2006), com apresentações nas Universidades de Paris 3, Paris 4, Paris 8 e Paris 10 e estreia nacional no Teatro Taborda, em Lisboa.

 

“Os Pescadores”, de João Sousa Cardoso, é um trabalho metateatral livremente inspirado na obra homónima de Raúl Brandão.

Novembro

Qui 17 & Sáb 19 NOV ⁄ 21h30 • Sex 18 nov / 19h00

RIVOLIPequeno Auditório

Teatro
5,00 eur • M/12 
⁄ 
Duração aprox. 1h  
Criação João Sousa Cardoso
Interpretação Ricardo Bueno, Vinicius Massucato
Iluminação Miguel Ângelo Carneiro
Fotografia de Cena Maria Begasse
Direção de Produção Isalinda Santos
Assistência à Produção Ana Pinto
Coprodução Confederação, Teatro Municipal do Porto, Centro Cultural Vila Flor
Parceria Circular Festival de Artes Performativas
Apoio Junta de Freguesia de Vila do Conde