P.E.D.R.A. -

Abril

12 Sex 19.00h & 13 Sáb 16.00h

CAMPO ALEGRE Café-Teatro

2.00€ (crianças) • 5.00€ (adultos)
>6 • 30min

P.E.D.R.A.

Projeto Educativo em Dança de Repertório para Adolescentes (2ª Edição)
A partir do Repertório de Francisco Camacho
Acompanhamento do Grupo de participantes no Porto por Joana Providência
Programa Paralelo

Dança
Esta é a segunda edição do P.E.D.R.A., um projeto de dança contemporânea com participantes entre os 15 e os 18 anos.  
Três grupos de jovens, do Porto, Viseu e Lisboa, iniciam este processo tendo como base, nesta edição, o trabalho de Francisco Camacho. Uma das principais características do trabalho do coreógrafo convidado é a forma como Francisco Camacho perceciona a dança, considerando-a uma afirmação do que cada um de nós é e um ato de liberdade, valorizando mais essa premissa do que a forma ou a técnica. Assim, partindo do contacto com este coreógrafo, os grupos de jovens nas diferentes cidades iniciam este projeto. Cada um destes grupos de trabalho é dirigido localmente por um coreógrafo. Nesse sentido, o Teatro Municipal do Porto desafiou Joana Providência, ela própria com um vasto repertório, a “olhar” para o trabalho de colega Francisco Camacho e a “partir pedra” com o grupo de participantes do Porto. A descoberta desta nova possibilidade de entender a dança e dos seus diferentes olhares sobre o mesmo “conteúdo”, no trabalho desenvolvido pelo grupo do Porto, pode ser visto no Teatro Campo Alegre a 12 e 13 de abril, e no Teatro Viriato a 17 de abril (onde os grupos das três cidades se apresentam em conjunto). O projeto tem três edições e é coproduzido pela Culturgest (Lisboa), pelo Teatro Municipal do Porto e pelo Teatro Viriato (Viseu). A primeira edição decorreu na temporada 2017/2018, a partir do repertório de Clara Andermatt. 


Francisco Camacho é um coreógrafo de referência da dança contemporânea nacional e um intérprete com reconhecimento internacional, tendo apresentado o seu trabalho na Europa, América, Ásia e África, com espetáculos a solo e de grupo, que tem criado desde 1988. Como intérprete, destacam-se as colaborações com os coreógrafos e encenadores Meg Stuart, Alain Platel, Paula Massano, Carlota Lagido, Lúcia Sigalho, Miguel Moreira, Filipa Francisco e Tonán Quito. Estudou dança, teatro, voz, escrita criativa e guionismo, entre Portugal e Nova Iorque. No âmbito da EIRA, da qual é diretor artístico, encontra-se a desenvolver o projeto continuado “Viagem Sentimental” em vários pontos do país, a preparar uma peça de grupo para 2019 e a orientar o Projeto de Estudo em Dança.

Joana Providência nasceu em Braga em 1965. Integra a direção artística da “ACE/Teatro do Bolhão” desde 2002, data da sua fundação, companhia com a qual tem desenvolvido regularmente o seu trabalho como criadora. Leciona, desde 1995, a disciplina de Movimento, do Curso de Interpretação, na ACE e desde 2017 na Universidade do Minho. Da sua vasta criação enquanto coreógrafa destacam-se “Rumor” a partir da obra de Christian Boltanski; “Vestígio”, a partir da obra do fotógrafo Georges Dussaud; “Território”, a partir da obra de Alberto Carneiro, entre muitos outros.