VICTOR HUGO PONTES


Uníssono – Composição para Cinco Bailarinos

Coprodução

VICTOR HUGO PONTES

© José Caldeira

Outubro

Sex 7 Out ⁄ 21h30 & Sáb 8 Out ⁄ 19h00

RIVOLIGrande Auditório

Dança
7,50 Eur • M⁄16

A composição coreográfica que aqui se apresenta pode representar um ritual, conceito operativo nesta peça: nas sociedades (humanas e animais), os movimentos fundamentais, simbólicos ou funcionais, são ritualizados, definindo à partida a norma e o desvio à norma, o padrão e a inovação, a tendência e a contracultura. A questão é: até que ponto o ritual é representativo? Cinco bailarinos em palco interpretando em uníssono movimentos ritualizados são um só corpo? Oblitera-se a individualidade? A percepção do espectador resulta da harmonia do todo, da especificidade de cada corpo em acção, ou de ambas? “Uníssono – composição para cinco bailarinos” testa três ideias principais, a partir dos diferentes significados de declinação: a ideia de recriação de sentidos a partir de uma matriz; a ideia de que a vida é um caminho para a morte, ou o declínio do homem; e, finalmente, a ideia de que é impossível declinar a representação humana na arte, sob pena de se recusar a própria arte. – Victor Hugo Pontes

Victor Hugo Pontes nasceu em Guimarães, em 1978. É licenciado em Artes Plásticas – Pintura, pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto. Em 2001, frequentou a Norwich School of Art & Design, Inglaterra. Concluiu os cursos profissionais de Teatro do Balleteatro Escola Profissional e do Teatro Universitário do Porto, bem como o curso de Pesquisa e Criação Coreográfica do Forum Dança. Como criador, a sua carreira começa a despontar a partir de 2003 com o trabalho Puzzle. Desde então, vem consolidando a sua marca coreográfica, tendo apresentado o seu trabalho por todo o país, assim como em Espanha, França, Itália, Alemanha, Rússia, Áustria, Brasil, entre outros. É, desde 2009, o diretor artístico da Nome Próprio – Associação Cultural, com sede no Porto.

CONVERSA PÓS-ESPETÁCULO • SEX 7 OUT
Moderada por Intendente António Leitão da Silva
Comandante da Polícia Municipal do Porto

EU TAMBÉM VOU! • SEX 7 OUT ⁄ 21H15 & SÁB 8 OUT ⁄ 18H45
"Movimento conjunto" 
Com Joana Espanha
Serviço de babysitting performativo para crianças dos 5 aos 10 anos
Inscrição prévia para: paralelo.tmp@cm-porto.pt (até 24h de antecedência)
2€ por criança

Em “Uníssono – composição para cinco bailarinos” interessa-me mostrar, por um lado, que nenhum objecto artístico é distinguível das pessoas que o compõem e, por outro, que nenhuma ocorrência artística é essencialmente replicável, sendo antes essencialmente única.

Outubro

Sex 7 Out ⁄ 21h30 & Sáb 8 Out ⁄ 19h00

RIVOLIGrande Auditório

Dança
7,50 Eur • M⁄16

Direção Artística Victor Hugo Pontes
Cenografia F. Ribeiro
Direção Técnica e Desenho de Luz Wilma Moutinho
Música Hélder Gonçalves
Apoio Dramatúrgico Madalena Alfaia
Interpretação André Cabral, Bruno Senune, Elisabete Magalhães, Teresa Alves da Silva e Valter Fernandes.
Direção de Produção Joana Ventura
Coprodução Nome Próprio , São Luiz Teatro Municipal, Teatro Municipal do Porto
Nome Próprio é uma estrutura em residência no Teatro Campo Alegre, no Porto, no âmbito do programa Teatro em Campo Aberto.