Guilherme de Sousa & Pedro Azevedo - © DR

© DR

88º Aniversário Teatro Rivoli

18 Sáb 16.00h 19 Dom 16.00h

RIVOLI Foyer do Grande Auditório

 Entrada gratuita • 20min • >12  

Guilherme de Sousa & Pedro Azevedo

Horto - Uma forma que vem do toque

Performance ⁄ Instalação
JAA! Jovens Artistas Associados
Guilherme de Sousa & Pedro Azevedo - © DR

© DR

 
 Horto - Uma forma que vem do toque pretende recriar a noção de estufa, partindo da própria ideia de artificialidade inevitavelmente associada. Na instalação, os visitantes têm a hipótese de se posicionar no lugar das próprias plantas ou, em alternativa, colocarem-se no papel de cuidadores, desencadeando uma interação entre dois grupos diferentes de pessoas. Esta relação parte da troca de afetos entre o homem e a planta: conceito cientificamente designado por Thigmomorphogenesis - do grego thigmo (toque), morpho (forma), e genesis (origem). A performance Uma forma que vem do toque, associada à instalação, recorre à personificação da planta, partindo da noção de empenho e carinho como meio para um crescimento mais saudável e virtuoso não só do cultivo como das relações interpessoais.


Guilherme de Sousa (Viana do Castelo, 1994) & Pedro Azevedo (Porto, 1996) conheceram-se em 2014 e têm vindo a colaborar profissionalmente desde 2016. A sua atividade intersecta as artes plásticas e performativas, desenvolvendo um especial interesse por teatro, dança e instalação. No seu percurso, destacam-se It takes two to Tango, Apartamento, VANISH - projeto vencedor da bolsa Campo de Batalha, promovida pelo Teatro Municipal do Porto, - e Horto - Uma forma que vem do toque - vencedor da 3ª edição da bolsa Happy Together, promovida pela Mala Voadora em parceria com a Câmara Municipal do Porto/Fórum do Futuro.
Atualmente, são Jovens Artistas Associados do Teatro Municipal do Porto durante as temporadas 2019/2020 e 2020/2021.

  • Criação e interpretação
    Guilherme de Sousa & Pedro Azevedo
    Desenho de luz
    Francisco Campos
    Banda sonora
    Domenico Scarlatti 
    Execução de orelhas em gesso
    Telma Pereira

88º Aniversário Teatro Rivoli

16 Qui, 18 Sáb & 19 Dom

Ano após ano comemoramos o aniversário do Teatro da Cidade. Dois dias abertos a todos, gratuitos, nos quais o Teatro Municipal do Porto desvenda um pouco do que se faz ao longo do ano. Vários espetáculos, instalações e concertos atestam a programação pluridisciplinar que caracteriza o Rivoli e o Campo Alegre atravessando a tradição e a contemporaneidade. Este ano, o Aniversário inicia-se com uma sessão especial das Quintas de Leitura, com caráter solidário; convidamos ainda o espetáculo "ASH", ode visual e coreográfica de Aurélien Bory & Shantala Shivalingappa; Visões Úteis – companhia de teatro da cidade que apresenta a mais recente criação; o espetáculo para famílias Narrow da companhia belga Laika; curtos formatos ocupam vários espaços do Rivoli em simultâneo com criações de Daniel Seabra, Sonoscopia e dos Jovens Artistas Associados – a dupla Guilherme de Sousa & Pedro Azevedo e Ana Isabel Castro; entre outros espetáculos a descobrir. Será também durante o dia 18 de janeiro, que apresentaremos a agenda de programação para os meses de março a julho. O nosso aniversário é também uma forma de começar um novo ano, com a energia renovada e com a pulsão artística que nos caracteriza. Estão todos convidados a passar estes dois dias especiais connosco!

A entrada é gratuita e os bilhetes (para sábado e domingo) podem ser levantados na Bilheteira do Teatro Rivoli no sábado, 18 de janeiro, a partir das 11h00, no máximo de dois bilhetes por pessoa e por espetáculo (sujeito à lotação das salas).
Os bilhetes que ficarem disponíveis e que não forem levantados no sábado, poderão ser levantados no domingo, 19 de janeiro, a partir das 11h00, nas mesmas condições acima enunciadas.