FIMP / Balleteatro / Paulo Duarte - © Paulo Duarte

© Paulo Duarte

FIMP 2019

11 Sex 19.00h 12 Sáb 16.00h

CAMPO ALEGRE Café-Teatro

Entrada gratuita mediante levantamento de bilhete (máximo 2 por pessoa) no dia do espetáculo

FIMP / Balleteatro / Paulo Duarte

Happy Birthday 30+30

Marionetas
Estreia
FIMP / Balleteatro / Paulo Duarte - © Paulo Duarte

© Paulo Duarte


O Balleteatro Escola Profissional e o FIMP fazem este ano 30 anos e vão celebrar esse trigésimo aniversário comum com uma criação desenvolvida em colaboração. Convidámos o artista Paulo Duarte, marionetista e artista plástico radicado em França, e uma presença muito regular no FIMP desde as primeiras edições, para dirigir uma criação que envolve alunos finalistas e ex-alunos recém-formados. Em 1989 nasceram estas duas estruturas. É também o ano em que cai o muro de Berlim. Enquanto uns proclamavam o fim da história, outros já haviam vaticinado: “o touro foi abatido, nunca mais os deuses te visitarão, Europa”. Neste laboratório, trabalhar-se-á, ao longo de algumas semanas, a partir de improvisações desencadeadas por estímulos como a sensação de queda, a consciência da maturidade, da distância, da passagem de um estado a outro… Com o desenvolvimento desta criação coletiva e a partir do material sugerido, outras formas poderão surgir. Algumas obras do universo da pintora Joana Rêgo, servirão de ponto de partida para uma utilização da palavra enquanto matéria manipulável.
Encenação Paulo Duarte
Participação especial Joana Rêgo
Assistência à encenação Matilde Gandra
Coprodução FIMP / BALLETEATRO
Interpretação Beatriz Sá, Carolina Pinto, Cristiana Leitão, Diana Oliveira, Haidé Ribeiro, Inês Mendes, João Morgado, Luana Marcelino, Mafalda Leal, Maria Borges, Marta Craveiro

FIMP 2019

Festival Internacional de Marionetas do Porto

No FIMP, os objetos, as marionetas e a matéria animada assumem o papel central. Ao fazê-lo, é como se colocassem os humanos - habituais protagonistas das artes performativas - num outro lugar. Não é exatamente fora de cena que passamos a estar, é apenas um pouco mais na penumbra. Alguns humanos encontram nessa sombra momentânea o lugar para se pensarem... e fazê-lo na companhia de marionetas, objetos e formas animadas pode ser bastante divertido. Nesta edição, o FIMP traz nesta sua parceria com o Teatro Municipal um conjunto de propostas muito diversas que propõe uma exploração de questões que se prendem com o modo como nos inscrevemos no mundo, particularmente no mundo das coisas. Grandes temas existenciais, com as suas implicações sociais, políticas, ecológicas, são aqui abordados com a autenticidade de que só um objeto ou um corpo inventado são capazes. Entre dispositivos cénicos experimentais, a procura de novas formas populares e a revisitação virtuosa de algumas técnicas de manipulação, estes artistas lançam mão a tudo o que possa servir para reanimar estas inquietações, afinal tão humanas. 

IGOR GANDRA
Diretor Artístico
 
Toda a programação em fimp.pt