Ana Pais

Quem tem medo das emoções?

Ana Pais

Double Trouble #05

Outubro

29/10 sáb 15:30

CAMPO ALEGREFoyer

emoções ⁄ pandemia ⁄ afetos ⁄ futuro
Apresentação do livro
Participação de Né Barros e Gustavo Carona
Preço Entrada livre
A pandemia de Covid-19 provocou um choque emocional em todo o mundo, convulsionando a vida como a conhecíamos e contaminando a nossa experiência íntima. Ainda não falámos o bastante sobre ela. Ainda não ganhámos uma maior consciência coletiva sobre como a nossa vida privada é determinada por condicionantes políticas, mediáticas, sociais ou culturais. — Ana Pais 

O livro de Ana Pais Quem tem medo das emoções? reúne episódios em que esses condicionamentos são evidentes, fazendo uma ponte com abordagens teóricas contemporâneas, numa perspetiva não de um relato do passado, mas de construção de futuro. A apresentação do livro no Teatro Campo Alegre contará também com a participação de Né Barros e Gustavo Carona.


Ana Pais é investigadora em artes performativas (Centro Estudos de Teatro, Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa), dramaturgista e curadora. É autora do livro O Discurso da Cumplicidade. Dramaturgias Contemporâneas (Colibri 2004) e de Ritmos Afectivos nas Artes Performativas (Colibri 2018). Organizou ainda a antologia Performance na Esfera Pública (2017, Orfeu Negro) e a sua versão em inglês disponível para download gratuito em performativa.pt. Foi crítica de teatro no Público (2003) e no Expresso (2004). Como dramaturgista, colaborou com criadores de teatro e dança em Portugal (João Brites, Tiago Rodrigues, Sara de Castro, Rui Horta e Miguel Pereira) e, como curadora, concebeu, coordenou e produziu vários eventos de curadoria discursiva, dos quais destaca o Projecto P! Performance na Esfera Pública (Lisboa, 10-14 Abril 2017) e Em Fluxo: sentimentos públicos e práticas de reconhecimento (Lisboa, 3-5 Abril 2019).

Né Barros é coreógrafa e bailarina, ao longo da sua carreira tem desenvolvido em ligação os seus trabalhos artísticos com os científicos. É doutorada em Dança (FMH, UTL), Master of Arts in Dance Studies no Laban Centre (City University, Londres) e investigadora no Instituto de Filosofia no Grupo de Estética, Política e Conhecimento (UP), onde realizou um pós-doutoramento. Iniciou a sua formação em dança clássica e, mais tarde, trabalhou dança contemporânea e composição coreográfica nos Estados Unidos da América, no Smith College. Nos seus projetos tem colaborado com artistas de fotografia, música, artes plásticas e cinema. Além do balleteatro, estrutura que dirige e fundou, trabalhou com a Companhia Nacional de Bailado, com o Ballet Gulbenkian e com a Aura Dance Company. Co-dirige o festival internacional de cinema dedicado ao arquivo, memória e etnografia, Family Film Project. Professora na ESAP e convidada em diversas instituições. Tem publicados diversos artigos no âmbito da teoria e estética das artes performativas.

Gustavo Carona, 41 anos, médico Anestesista e Intensivista do Porto, dedicado a missões humanitárias desde 2009. Já representou os Médicos Sem Fronteiras, o Comité Internacional da Cruz Vermelha e os Médicos do Mundo, em zonas de carência humanitária extrema: Moçambique, RDCongo (x2), Paquistão, Afeganistão, Síria, Rep. Centro-Africana (x2), Iraque, Burundi, Iémen, Gaza e Sudão do Sul. Desde cedo tenta dar voz às vidas que lhe passaram pelas mãos, apelando à humanidade global pela sua escrita e pelas inúmeras intervenções pelo país fora dando aos portugueses uma visão de um mundo que quase ninguém quer ver. Autor do livro "1001 Cartas para Mosul", onde compilou centenas de cartas de portugueses que foram entregues no epicentro de um dos maiores sofrimentos coletivos que há memória. Fez chegar a Mosul, mais de 500 livros que abriram um canal de comunicação tido como impossível. Em 2018 lançou o livro humanitário: “O Mundo Precisa de Saber” com o Prefácio de Jorge Sampaio. Em 2021 o livro “Diário de um Médico no combate à pandemia”. Distinguido pela Universidade do Porto como ex-aluno do ano em 2015, e com o prémio de Voluntariado Internacional. Faz parte do grupo para a reflexão do futuro de Portugal liderado pelo Presidente da República. Padrinho das associações de estudantes de medicina: Porta Nova (U.Minho) e Entre Mundos (U. Beira Interior). Formador na Pós-Graduação de Direitos Humanos da U. Católica. Palestrante em vários eventos, nomeadamente em Universidades sobre Medicina Humanitária. Escolhido como European Young Leader de 2022, pela União Europeia. Cronista no jornal “Público”. Comunicador pela ciência na televisão SIC durante a pandemia de Covid-19.

Double Trouble #05

Outubro

29/10 sáb 15:30

CAMPO ALEGREFoyer

emoções ⁄ pandemia ⁄ afetos ⁄ futuro
Apresentação do livro
Participação de Né Barros e Gustavo Carona
Preço Entrada livre