Gwendoline Robin

Cratère 6899

Gwendoline Robin

© Jean-Philippe Buffereau

FIMP 2020

Outubro

1818.00hDom

RIVOLISubpalco

Performance
Bélgica
Estreia nacional
Preço 7€ 
Duração 30min
Classificação etária >6
Nascido do encontro entre Gwendoline Robin, o astrónomo Yaël Naze e o oceanógrafo Bruno Delille, Crater 6899 [Cratera 6899] é uma brecha que nos conduz às origens do mundo, quando cometas colidiram com a Terra e libertaram grandes quantidades de água. Com ligação à astronomia (que analisa o céu, as galáxias, e observa os confins do universo) e à geologia (que remexe a terra, as pedras, a disposição de rochas e estruturas), a performance de Gwendoline Robin é um acontecimento que mudou a história do nosso planeta. Uma paisagem de material em suspenso, evocando desertos terrestres e espaços celestiais. Nada é fixo, tudo está sujeito a manipulação, mudança de estado, transformação relacionada com o tempo e os gestos. Jogando com o infinitamente pequeno e o tremendamente vasto, o infinitamente perto e o tremendamente distante. A instalação transforma-se gradualmente e torna-se numa paisagem nova a contemplar.


Há mais de vinte anos que a artista visual e performer belga GWENDOLINE ROBIN vem trabalhando com matérias elementares (fogo, areia, água, terra, gelo, vidro, etc.), orquestrando a sua metamorfose sob a forma de instalações, performances e vídeos. Desde 2005 que Gwendoline Robin faz as suas apresentações em festivais internacionais de performance e dança na Europa, Canadá, Chile, Austrália e Ásia. Nestas colaborações, o desejo de tecer o seu vocabulário performativo numa estrutura mais aberta à multidisciplinaridade está mais presente e encoraja-a a pensar nos espaços como dispositivos ativos que são partilhados entre o intérprete e o público. Robin leciona na Academia de Belas Artes de Tournai e na ESA Le 75, no departamento de pintura (Bruxelas).

FIMP 2020

Outubro

1818.00hDom

RIVOLISubpalco

Performance
Bélgica
Estreia nacional
Preço 7€ 
Duração 30min
Classificação etária >6
Conceção e elaboração Gwendoline Robin
Interpretação Gwendoline Robin
Apoio coreógrafico Ida De Vos
Desenho de luz Simon Siegmann
Com o apoio de Grandstudio
Agradecimentos Théâtre de Liège, astrofísico Yaël Naze, oceanógrafos Bruno Delille, Jean-Louis Tison
Coprodução Kunstenfestivaldesarts, BRASS