Jan Martens/GRIP & Dance On Ensemble

any attempt will end in crushed bodies and shattered bones

Jan Martens/GRIP & Dance On Ensemble

© Phile Deprez

Setembro

18/09 sáb 19:30 RIVOLI Grande Auditório
22/09 qua 17:00 TMP ONLINE

RIVOLI & ONLINE

Dança
Bélgica
Estreia nacional
Preço 12€ (Rivoli) / 3.50€ (TMP Online)
Duração 1:30min
Classificação etária 16+
Condições TMP Online Visualização disponível 24h (entre as 17h00 de 22 de setembro e as 23h59 de 23 de setembro)

Folha de Sala (pdf)

any attempt will end in crushed bodies and shattered bones é sobre o poder do desfasamento interpretado por um corpo de baile atípico, composto por dezassete bailarinos.
Este grupo heterogéneo de bailarinos abarca várias gerações, tendo o mais novo 16 anos e o mais velho 69, com diferenças significativas no que respeita à sua trajetória e conhecimento técnico. Aqui, procuram a sua própria voz na dança e reclamam o seu lugar no palco sem para tal anular os restantes.
Em tempos de polarização extrema, este grupo coloca de lado dogmas sociais para reconhecer e aceitar um conjunto de identidades distintas, sendo eles mesmos de forma desinibida – tanto na vida como na arte – com o palco como local de ensaio ideológico. Têm o amparo de uma banda sonora composta por canções de protesto de épocas diferentes: de Henryk Górecki a Kae Tempest, passando por Max Roach & Abbey Lincoln.


Jan Martens (1984, Bélgica) estudou na Academia de Dança de Fontys, em Tilburg, e concluiu a formação em dança no Real Conservatório de Antuérpia em 2006. O trabalho de Martens alimenta-se da crença de que cada corpo é capaz de comunicar e tem realmente algo a dizer. A cada nova produção, procura redesenhar a relação entre público e intérprete. À sua peça de estreia, I Can Ride a Horse Whilst Juggling So Marry Me, de 2010, seguiram-se rapidamente múltiplos solos, duetos e peças de conjunto, como The Dog Days Are Over (2014 – selecionado para o Festival de Teatro Het TheaterFestival), Ode to the Attempt (2014), The Common People (2016) e Rule of Three (2017). Na temporada de 2018/2019, Jan criou Passing the Bechdel Test (2018), uma coprodução com fABULEUS, assim como o solo lostmovements, em que mergulha no universo de Marc Vanrunxt (Kunst/Werk), coreógrafo e seu amigo. Em 2020, Jan centrou a sua atenção pela primeira vez no grande palco com any attempt will end in crushed bodies and shattered bones, uma produção com e para dezassete bailarinos que estreou a 3 de dezembro de 2020 no Concertgebouw Bruges no âmbito da Dança em Dezembro. Em maio de 2021, estreará By for with Wannes, um solo interpretado por Wannes Labath numa coreografia de Martens e do próprio Labath.
Martens é colaborador criativo do campus internacional de arte deSingel (Antuérpia, Bélgica) desde 2017 e até 2021. A plataforma coreográfica GRIP, fundada por Jan Martens e pela gestora de empresas Klaartje Oerlemans, tem o apoio do Governo flamengo.

Setembro

18/09 sáb 19:30 RIVOLI Grande Auditório
22/09 qua 17:00 TMP ONLINE

RIVOLI & ONLINE

Dança
Bélgica
Estreia nacional
Preço 12€ (Rivoli) / 3.50€ (TMP Online)
Duração 1:30min
Classificação etária 16+
Condições TMP Online Visualização disponível 24h (entre as 17h00 de 22 de setembro e as 23h59 de 23 de setembro)

Folha de Sala (pdf)

Coreografia Jan Martens
Bailarinos Ty Boomershine, Truus Bronkhorst, Jim Buskens, Baptiste Cazaux, Zoë Chungong, Piet Defrancq, Naomi Gibson, Kimmy Ligtvoet, Cherish Menzo, Steven Michel, Gesine Moog, Dan Mussett, Wolf Overmeire, Tim Persent, Courtney May Robertson, Laura Vanborm, Loeka Willems
Bailarinos substitutos Pierre Bastin, Georgia Boddez, Zora Westbroek, Lia Witjes-Poole, Abigail Aleksander, Maisie Woodford, Simon Lelievre, Solal Mariotte
Assistência artística Anne-Lise Brevers
Desenho de luz Jan Fedinger
Assistente de desenho de luz Vito Walter
Figurinos Cédric Charlier
Assistente de figurinos Alexandra Sebbag, Thibault Kuhn
Olhar externo Marc Vanrunxt, Renée Copraij, Rudi Meulemans, Siska Baeck
Texto Spring by Ali Smith. Copyright © 2019, Ali Smith, used by permission of The Wylie Agency (UK) Limited
Música “Concerto for Harpsichord and String Orchestra Op. 40” , Henryk Górecki © Wise Music Classical.; “People’s Faces”, Kae Tempest & Dan Carey © Domino Publishing Company Limited and Warner Chappell Music, Inc. “Triptych: Prayer/Protest/Peace”, Maxwell Roach © Milma Publishing Company. Administered by Kobalt Music Publishing Limited
Técnicos Michel Spang, Valentijn Weyn/Bennert Vancottem
Diretora de produção Sylvie Svanberg
Produção GRIP
Em colaboração com Dance On Ensemble
Distribuição internacional A Propic / Line Rousseau, Marion Gauvent
Coprodução Internationale Kunstzentrum deSingel, Theater Freiburg, Sadler’s Wells, Julidans, Festival d’Avignon, Le Gymnase CDCN Roubaix Hauts-de-France, Norrlandsoperan, La Bâtie – Festival de Genève & ADC – Association pour la Danse Contemporaine Genève, tanzhaus nrw, Le Parvis Scène Nationale Tarbes-Pyrénéés, Perpodium, La Danse en grande forme (CNDC – Angers, Malandain Ballet Biarritz, La Manufacture – CDCN Nouvelle-Aquitaine Bordeaux – La Rochelle, CCN de Caen en Normandie, L’échangeur – CDCN Hauts-de-France, CCN2 – Grenoble, La Briqueterie – CDCN du Val de Marne, CCN – Ballet national de Marseille, CCN de Nantes, CCN d’Orléans, Atelier de Paris / CDCN, Le Gymnase CDCN Roubaix – Hauts-de-France, La Place de La Danse - CDCN Toulouse – Occitanie, MC2 – Grenoble)
Com o apoio de De Grote Post (Ostend, BE), Charleroi Danse (BE), CCNO - Centre Chorégraphique National d'Orléans icw Théâtre d’Orléans (FR) e December Dance (Concertgebouw e CC Brugge)
Com o apoio financeiro de Flemish Government, the city of Antwerp, Tax Shelter of the Belgian Federal Government e Cronos Invest
Agradecimentos Mr. Jean Chabert (STANLEY/STELLA)