Julian Hetzel

Mount Average

Julian Hetzel

© Tina Herbots

Março

25/03 sex 19:30 – 22:00
26/03 sáb 14:30 – 16:40

CAMPO ALEGRECafé-Teatro

Performance
Alemanha
Estreia nacional
Preço 7€
Duração 1h10 (percurso performativo, sessões decorrem de 10min em 10min; 4 pessoas por sessão)
Classificação etária 16+
Informação adicional Espetáculo falado em inglês com tradução parcial português

Apoio

Bem-vindos a Mount Average. Durante esta viagem performativa, Julian Hetzel leva-nos a visitar uma fábrica que nos confronta com as nossas próprias ideologias. Desta vez, o criador teatral reduz a pó estátuas de governantes, ditadores e tiranos, para lhes conferir um novo sentido que seja válido. Mount Average questiona direitos adquiridos, tradições, privilégios e riqueza, ideologias e ideias totalitárias, facetas de qualquer sociedade (pós-colonial). Neste ambiente industrial, o choque entre o passado estático e o presente fluido gera uma fricção produtiva que suscita muita controvérsia. As apresentações de Julian Hetzel são tentativas de desvendar o mundo ao mesmo tempo que tenta fornecer estratégias para o transformar. No seu trabalho, oferece métodos especulativos que garantem hipóteses de lidar tanto com o trauma do passado como com os desafios do presente. Desta feita, de forma prática. — Julian Hetzel


Julian Hetzel cria performances e é músico e artista visual. Os seus trabalhos cruzam teatro, música e média, tendo uma dimensão política e uma abordagem documental. É diretor artístico do Estúdio Julian Hetzel, uma estrutura sedeada em Utreque que materializa e produz o seu trabalho artístico. As suas criações têm produção internacional e foram apresentadas em mais de 20 países em todo o mundo. Em 2017, Hetzel recebeu o Prémio de Mímica da Associação Neerlandesa de Teatros e Salas de Espetáculos por The Automated Sniper (Frascati Producties e Ism & Heit). Em 2019, All Inclusive (CAMPO e Ism & Heit) integrou a seleção oficial do Festival de Teatro dos Países Baixos. Self, de Julian Hetzel, foi o representante dos Países Baixos na Quadrienal de Praga 2019. Em agosto de 2019, apresentou três obras na secção de teatro da Bienal de Veneza. É artista associado no centro de arte CAMPO (Gante, Bélgica). O Estúdio Julian Hetzel é financiado pelo Fundo para as Artes Performativas (FPK) e pelo Município de Utreque desde 2021.

Março

25/03 sex 19:30 – 22:00
26/03 sáb 14:30 – 16:40

CAMPO ALEGRECafé-Teatro

Performance
Alemanha
Estreia nacional
Preço 7€
Duração 1h10 (percurso performativo, sessões decorrem de 10min em 10min; 4 pessoas por sessão)
Classificação etária 16+
Informação adicional Espetáculo falado em inglês com tradução parcial português

Apoio

De Julian Hetzel
Com Kristien De Proost, Pitcho Womba Konga & Jana De Kockere
Dramaturgia Miguel Angel Melgares
Consultoria artística Sodja Lotker
Assistência à cenografia Pleun Verhees
Técnica Piet Depoortere, Jannes Dierynck & Anne Meeussen
Produção CAMPO Gent (BE), i.a.w. Ism & Heit (Utrecht)
Coprodução Frascati Producties Amsterdam, Standplaats Utrecht, SPRING Festival Utrecht, Schauspiel Leipzig
Com o apoio de Performing Arts Fund NL, Fonds21, Prins Bernhard Cultuurfonds, We Are Public, Kickstart Cultuurfonds, Flemish Community & City of Ghent
  • © Tina Herbots

    © Tina Herbots

  • © Tina Herbots

    © Tina Herbots

  • © Tina Herbots

    © Tina Herbots