Lígia Soares

A minha vitória como ginasta de alta competição

Lígia Soares

© Alípio Padilha

Retratos IV

Fevereiro

24/02 sex 19:30
25/02 sáb 19:30

CAMPO ALEGREPalco do Auditório

dança ⁄ ginástica artística ⁄ competitividade ⁄ foco
Estreia
Preço 7€
Duração 1h30
Classificação etária A definir pela CCE
Fazermos coisas incríveis, ultrapassarmo-nos, sermos os melhores em alguma coisa, “campeões” como chamam os avôs aos netos rapazes, é ainda olhado como um nobre traço da humanidade. É essa vontade que encontramos nas pessoas traçadas para ganhar que nos serviu de exemplo, levando-nos também a ganhar tantas provas, a desejarmos desafios, a superarmo-nos. O que nunca percebemos é que bem é que isso trouxe ao mundo. Esta é uma peça para ser dita por duas ginastas enquanto treinam para a alta competição, colapsando com a impossibilidade de manter o seu foco face aos dilemas do mundo atual. — Lígia Soares


Lígia Soares é uma coreógrafa e dramaturga portuguesa. O seu trabalho tem sido apresentado nacional e internacionalmente, estando presente em vários programas de teatro e dança contemporânea. Entre 2001 e 2014 foi, juntamente com Andresa Soares, diretora artística de Máquina Agradável. Desenvolveu também vários contextos de programação com outros artistas como o Demimonde, ou o Face-a-Face. Desde 2015 que centra a sua pesquisa em como criar dispositivos cénicos inclusivos da presença do espectador como parte da dramaturgia do espetáculo. As peças Romance, Cinderela, Civilização e Memorial estão editadas pela Douda Correria. Recebeu a bolsa de criação artística e literária da DGLAB em 2020.

Retratos IV

Fevereiro

24/02 sex 19:30
25/02 sáb 19:30

CAMPO ALEGREPalco do Auditório

dança ⁄ ginástica artística ⁄ competitividade ⁄ foco
Estreia
Preço 7€
Duração 1h30
Classificação etária A definir pela CCE
Conceção, texto e encenação Lígia Soares
Interpretação Lígia Soares, Maria Jorge e duas ginastas a decidir
Música João Lucas
Cenografia Henrique Ralheta
Luz Rui Monteiro
Direção de produção Mariana Dixe
Residência de coprodução O Espaço do Tempo 
Coprodução Teatro Municipal do Porto, Centro Cultural de Belém, Teatro Académico Gil Vicente, Festival Materiais Diversos
Apoio Ginásio Clube Português, Federação de Ginástica de Portugal
Agradecimentos Ana Pinheiro, André Nogueira, Artur Romão Pereira, Filomena Palma, Joana Carvalho, Sara Monteiro, Sara Nabais, Teresa Simas, Tiago Portilha

A Minha Vitória Como Ginasta De Alta Competição foi escrita em 2019 com o apoio da DGLAB- Direção Geral do Livro, do Arquivo e das Bibliotecas.