Paulo Mota / Devagar

Buffalo Bill

Paulo Mota / Devagar

© Paulo Mariz

Novembro

5/11 sex 19:30
6/11 sáb 19:30

RIVOLIPalco do Grande Auditório

Teatro
Estreia
Preço 9€
Duração 60min
Classificação etária 16+

folha de sala (pdf)

William Frederick Cody (1846-1917) foi um atirador exímio da cavalaria americana, que se tornou famoso, ainda jovem, por abater uma quantidade absurda de búfalos com o intuito de facilitar a construção de um caminho-de-ferro no estado de Iowa, onde nasceu, tendo por isso sido apelidado de Buffalo Bill. O objetivo do extermínio era simultaneamente limpar terreno, alimentar os construtores e trazer fome aos indígenas. 
Anos mais tarde, criou Buffalo Bill’s Wild West, um circo que atingiu fama mundial e percorreu o mundo inteiro, servindo-se dos ameríndios como grande atração. Deu também origem à conhecida saga de banda desenhada, Buffalo Bill, onde se afigurava como grande guardião da justiça.


Paulo Mota nasceu em 1991 em Santa Cruz do Bispo, Matosinhos. Em 2010 terminou o curso de interpretação da ACE - Academia Contemporânea do Espectáculo e, desde então, foi dirigido por Joana Providência, António Júlio, Madalena Victorino, André Braga e Cláudia Figueiredo, Victor Hugo Pontes, Ana Luena, Rogério de Carvalho, Gonçalo Amorim e João Garcia Miguel. Destaca os espetáculos com música ao vivo com Dead Combo, Carlos Bica, João Paulo Esteves da Silva, Peixe, André Pires, Joana Gama e Pedro Augusto. Atualmente, é professor de interpretação na ACE, no Porto.

A Devagar é uma associação cultural recém-nascida — fevereiro de 2021 — e surge com a vontade de se tornar uma estrutura de criação com foco nas atividades performativas transdisciplinares, tendo como base a linguagem do teatro. Teve a sua estreia inserida no FITEI de 2021 com um trabalho em vídeo intitulado Um jogo bastante perigoso, que tem como ponto de partida o livro 24/7 de Jonathan Crary e o poema Arte Poética de Adília Lopes.

Novembro

5/11 sex 19:30
6/11 sáb 19:30

RIVOLIPalco do Grande Auditório

Teatro
Estreia
Preço 9€
Duração 60min
Classificação etária 16+

folha de sala (pdf)

Direção e texto Paulo Mota
Dramaturgia e interpretação André Pires e Paulo Mota
Cenografia F. Ribeiro
Sonoplastia André Pires
Desenho de luz Cárin Geada
Figurinos e máscaras Catarina Barros
Produção executiva Bruno Moreira, Patrícia Gonçalves
Design gráfico Paulo Mariz
Produção Devagar
Coprodução Teatro Municipal do Porto, CRL – Central Elétrica
Residência Artística 23 Milhas
Projeto apoiado pela República Portuguesa – Cultura/Direção-Geral das Artes
Agradecimentos André Braga, António Júlio, Atelier Caldeiras, Churrasqueira Moura, Cláudia Figueiredo, Evaristo Mota, Inês Mota, Iris Cayatte, Joana de Verona, Joana Providência, Josué Maia, Júlia Mota, Júlio Moreira, Livraria TimTim por TimTim, Lobo, Maria do Céu Ribeiro, Museu da Cidade, Nuno Brandão, Nuno Encarnação, Nuno Eusébio, Paulo Furtado, Pedro Coutinho, Teatro Experimental do Porto, TUP – Teatro Universitário do Porto, Victor Hugo Pontes

Conteúdo Relacionado

Entrevista

Entrevista

Paulo Mota

Novembro

Qua3