Solveig Phyllis Rocher

The residual pieces

Solveig Phyllis Rocher

© Arthur C. Wandeur

89º Aniversário Teatro Rivoli

TMP Online

Janeiro

20 — 24em contínuoQua — Dom

ONLINE

Instalação ⁄ Performance
Duração 40min 
Classificação etária >6
Transmissão online www.teatromunicipaldoporto.pt
Durante um ano, entre janeiro de 2020 e janeiro de 2021, Solveig Phyllis Rocher foi artista-arquivista do Teatro Municipal do Porto. De papel e lápis na mão, testemunhou quase todas as performances que passaram pelo Teatro. Solveig imagina o processo de criação deste arquivo como um processo geológico: as performances originais escoam através de camadas de traduções em diferentes materiais (performance, desenho, corpo, papel, linha desenhada, linha cosida), aos poucos perdendo informação e reduzindo-se, até sobrarem apenas estes resíduos, que a artista agora apresenta, para que este ano não seja esquecido.


SOLVEIG PHYLLIS ROCHER é artista. Formou-se em desenho e performance. O seu trabalho coloca ambas as áreas, de certa forma, em confronto contínuo. O seu foco é o arquivo – o arquivo europeu de documentos de papel e os sistemas não europeus de arquivo, que muitas vezes envolvem práticas corporais.

89º Aniversário Teatro Rivoli

TMP Online

Janeiro

20 — 24em contínuoQua — Dom

ONLINE

Instalação ⁄ Performance
Duração 40min 
Classificação etária >6
Transmissão online www.teatromunicipaldoporto.pt
Conceção, desenhos, painéis, performance Solveig Phyllis Rocher
Figurinos Sarah Karen
Produção Teatro Municipal de Porto
Apoio em residência Teatro Municipal de Porto
Agradecimentos Joana Providencia, Arthur de C. Wandeur, Claire Binyon, equipa técnica do TMP