Teatro Praga

Worst of

Teatro Praga

© Filipe Ferreira

Outubro

30 Qua 21.00h 31 Qui 21.00h

RIVOLIGrande Auditório

Teatro
9.00€ • 2.10h com intervalo • >12
“Worst of” é uma celebração excessiva, sarcástica, como os Praga nos vêm habituando. É, assumem-no, olhar impiedosamente para “um atraso crónico do teatro português”, por comparação com as outras artes, e evidenciar esse falhanço disciplinar. Dizem-no, também, um best of de atores - Márcia Breia, Rogério Samora, São José Correia e Vítor Silva Costa - à medida que o restante elenco, habitué das tramas dos Praga, encena as obras canónicas da história do teatro português, desde Gil Vicente até ao século XXI. Esta compilação dos clássicos do Teatro português, enquadrada por um cenário museológico, traz exemplos que são alvos fáceis de crítica, ridicularizados pelo seu anacronismo face à realidade e ao que era feito lá fora. Dá voz à lamúria de que o “teatro português não presta”. Por outro lado, dessa falta de reportório, a companhia retira uma certa leveza e liberdade para criar. E para falhar. “Nem tudo no teatro tem de ser bom”. Mas afinal, perguntam, o que é - e porque é -, mau? 


O Teatro Praga assume-se como um grupo ou uma federação de artistas. Nasceu em 1995 e está sediado na Rua das Gaivotas 6, em Lisboa. Colabora regularmente com algumas das mais prestigiadas estruturas culturais em Portugal e tem-se apresentado em festivais e teatros de diversos países europeus (Itália, Reino Unido, Espanha, Alemanha, França, Bélgica, Hungria, Eslovénia, Estónia, Dinamarca e Polónia), no Brasil, Israel e China.

Outubro

30 Qua 21.00h 31 Qui 21.00h

RIVOLIGrande Auditório

Teatro
9.00€ • 2.10h com intervalo • >12
Criação Teatro Praga
Com textos de Gil Vicente, Correia Garção, Almeida Garrett, Francisco Gomes de Amorim, Júlio Dantas, Alfredo Cortês, André Brun, Luís de Sttau Monteiro, Bernardo Santareno, J. M. Vieira Mendes
Interpretação Cláudia Jardim, Diogo Bento, Márcia Breia, Patrícia da Silva, Pedro Penim, Rogério Samora, São José Correia, Vítor Silva Costa
Cenografia Joana Sousa
Figurinos Joana Barrios
Desenho de luz Daniel Worm d’Assumpção
Desenho de som Miguel Lucas Mendes 
Assistente de encenação Pedro Barreiro
Assistente de guarda-roupa Andreia Mayer
Assistente de cena Tiago Barbosa, Victor Gonçalves
Direção de produção Andreia Carneiro
Produção Alexandra Baião
Apoio Infraestruturas de Portugal, Antónia Rosa (Griffehairstyle), L’Oréal, Lux Frágil Storytailors: João Branco e Luís Sanchez, Sumol + Compal, Teatradançando, Teatro do Bairro, Teatro Experimental de Cascais, Teatro Nacional de São Carlos, Vicente Trindade
Coprodução Teatro Municipal do Porto, Teatro Nacional D. Maria II