#2. Gestão: desafios num mundo pandémico

Ciclo de conversas online sobre o futuro das artes performativas

#2. Gestão: desafios num mundo pandémico

Junho

25 Qui 18.30h

TMP ONLINE

Pensamento
Live streaming Facebook TMP
A conversa conta com a interpretação em Língua Gestual Portuguesa.
Muitos são os desafios aos quais os gestores culturais terão de responder num contexto pandémico - desafios que envolvem equipas, artistas e público num triângulo de contornos incertos. No que respeita aos recursos humanos, como estabelecer novos métodos de trabalho, garantir a segurança dos trabalhadores e mantendo a eficácia do funcionamento das instituições? Quais as vantagens do teletrabalho? Como gerir e motivar equipas à distância? Como planear tarefas face às novas necessidades de assistência familiar? Em relação aos artistas, como conciliar medidas de segurança com as especificidades da sua atividade criativa? Como garantir a valorização do trabalho artístico e autoral perante a multiplicação de conteúdos digitais? E por fim, o público. Como ajudá-lo a vencer o medo de contágio? E como persuadir o público que não vence o medo, mas quer ver programação online, a pagar para aceder a esses conteúdos?

Nos últimos meses, a pandemia veio abalar as bases nas quais assentavam as práticas artísticas e os processos de trabalho dos profissionais de todo um setor já de si tendencialmente marcado pela inquietude criativa e pela instabilidade laboral. Assim, artistas, programadores, produtores, comunicadores, mediadores e gestores culturais enfrentam agora questões decisivas sobre as formas como passarão a exercer o seu trabalho. Em tempos de desconfinamento gradual, decidimos assumir as incertezas, questionar o futuro e organizar cinco conversas online sobre as consequências deste abalo que todos experienciamos. Semanalmente, desafiamos três convidados a especularem connosco sobre os possíveis novos contornos das artes performativas num mundo pós-confinamento, onde nada ficou no lugar.

Convidados:

Carla Bolito é atriz. Iniciou o seu percurso profissional n’O Bando e depois passou a atriz freelancer, tendo trabalhado com os seguintes encenadores e realizadores como Luís Miguel Cintra, Jorge Silva Melo, Joaquim Sapinho e Margarida Cardoso, entre muitos outros. Participou em várias telenovelas e em séries televisivas. É voz regular de anúncios de publicidade.
Cláudia Belchior é licenciada em História pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, com mestrado em Field Techniques and Analytical Archaeology pela University College London, e Pós-Graduação em Gestão Cultural nas Cidades pela INDEG/Business School, ISCTE. É desde julho de 2016 Presidente do Conselho de Administração do Teatro Nacional D. Maria II E.P.E.
Cláudia Galhós é escritora e Jornalista. Escreve sobre artes performativas em geral e dança em particular para jornais desde 1994 e, desde 2005, para o semanário Expresso. Foi editora do magazine de cultura “AGORA” e “Palcos Agora” (2012/2015 na RTP2). É autora de livros de ficção e sobre dança/artes performativas.

Moderação:
Francisca Carneiro Fernandes (Diretora Executiva do Teatro Municipal do Porto)

Junho

25 Qui 18.30h

TMP ONLINE

Pensamento
Live streaming Facebook TMP
A conversa conta com a interpretação em Língua Gestual Portuguesa.