Cadernos do Rivoli 07

Temporada 2019/2020


Como ocupámos o vazio dos nossos dias? O que nos foi preenchendo? Que tempo tivemos para refletir sobre nós, sobre as nossas práticas, sobre o nosso quotidiano? Quais passaram a ser as nossas prioridades? 

Cadernos do Rivoli 07 aborda a temporada 2019-2020 do Teatro Municipal do Porto, na sua dupla condição do que aconteceu e do que deveria ter acontecido. Esta edição, editada e organizada por Tiago Bartolomeu Costa, foi apanhada no desafio de fixar algo que em parte não aconteceu, já que a nossa temporada ficou suspensa entre março e julho de 2020.

Nas páginas seguintes deparamo-nos com diferentes formas de fixar, expandir e questionar o que se passou no Teatro Municipal do Porto, no modo como diferentes artistas responderam ao desafio de criar algo específico a partir do que iriam fazer.

Numa edição fortemente marcada pelo diálogo entre texto e imagem, podemos ler poemas de vários autores que têm habitado as Quintas de Leitura — Inês Lourenço, Rosa Alice Branco, Daniel Maia-Pinto Rodrigues, João Habitualmente, Rui Lage, Filipa Leal e Andreia C. Faria — ou descobrir os ensaios literários e ficcionais de João Garcia Miguel e Luís Mestre, dois dos encenadores cuja apresentação de espetáculos foi afetada pela suspensão, ou ler o texto da peça Worst Of, de José Maria Vieira Mendes, um espetáculo do Teatro Praga, que abriu a temporada, e que agora surge como metáfora para o contraste entre o que quisemos ser e acabamos por nos tornar. Porque a publicação Cadernos do Rivoli é também local de reflexão, crítica e ensaio, para tal foram convidados vários autores que se debruçaram sobre momentos chave da nossa programação. Mónica Guerreiro coloca em diálogo o flamenco de Israel Galván com a dança ritual de Hooman Sharifi, e Afonso de Becerra de Becerrá analisa as relações entre as comunidades propostas por Boris Charmatz e Philippe Quesne. São quatro espetáculos da nossa programação internacional, exemplos do trabalho que fazemos da aproximação à diversidade da cena artística. João Sousa Cardoso cria um arco que abarca os diferentes cineastas que o ciclo MULTIPLEX apresentou, a partir da muito particular exigência ética de Agnès Varda, que morreu em 2019; Tiago Bartolomeu Costa mergulha na complexidade coreográfica de Tânia Carvalho, cujo espetáculo Onironauta foi o último a ser apresentado antes de fecharmos as portas, em março, e José Bértolo dedica-se a observar as articulações que Pedro Costa, Peter Handke e Christian Petzold estabelecem entre a imagem e a representação espectral a partir das protagonistas dos seus filmes. Com a imprevisibilidade dos dias atuais torna-se ainda mais premente a fixação da escrita e da reflexão sobre o que conseguimos apresentar. 

Por isso, Pedro Santos Guerreiro observa prospectivamente o que ainda temos para aprender, numa extensão, com o dedo na ferida, das reflexões que foi trazendo no ciclo Modos de Ocupar, concebido a partir dos temas dos espetáculos da temporada.

Estes são tempos propícios para sonhar os diferentes futuros, e os artistas que acompanhamos desde cedo têm especial destaque nesta edição. Aos nossos JAA! Jovens Artistas Associados foi dada carta branca para que interviessem como o desejassem, vendo estas páginas como mais uma etapa da residência em que tornaram o teatro do seu campo de experimentação. Ana Isabel Castro e a dupla Guilherme de Sousa & Pedro Azevedo deram asas à imaginação, propondo ensaios visuais decantados do seu trabalho cénico. Também sobre o futuro que fomos construindo se debruçou o projeto P.E.D.R.A. – Projeto Educativo em Dança de Repertório para Adolescentes e foi através do relato da Alice Ferreira, que integrou o projeto em 2018, que nos apercebemos do papel da dança, do movimento, do repertório e da importância de revisitar o passado para poder perspetivar o futuro.

Cadernos do Rivoli 07 é o nosso contributo para uma leitura possível dos dias de hoje e do papel das artes performativas como oráculo destes tempos.


Tiago Guedes
Diretor Artístico do Teatro Municipal do Porto


CADERNOS DO RIVOLI 07 (PDF)