Beatriz Dias

NEON 80

Beatriz Dias

© Paulo Pimenta

Março

9/03 qui 19:30
11/03 sáb 19:30

CAMPO ALEGREPalco do Auditório

dança ⁄ ciborgue ⁄ videojogos ⁄ virtual ⁄ marginal
No âmbito do projeto Pendular
Em coprogramação com o Centro Cultural de Belém (CCB)
Preço 7€
Duração 40min
Classificação etária 14+
NEON 80 traça o seu labirinto inspirado nos conceitos de cyberpunk, cyberspace, cyborgbody e video game. Enaltece o lado marginal de um corpo, a sua persistência e sobrevivência, a sua oposição às regras e a sua busca por um espaço de liberdade, acreditando na transformação do género binário para um lugar de metamorfose, de hibridez extensiva e na qual a prótese é integrada como um membro integrante do corpo humano.


Beatriz Dias é coreógrafa, bailarina e performer. Nasceu em França em 1995. O seu percurso iniciou-se na Academia All About Dance. Terminou a sua licenciatura pela Escola Superior de Dança em 2015 e a Formação Olga Roriz em 2016. Em 2019 estreou o seu primeiro solo MUSCULUS no Festival INTERFERÊNCIAS, apoio à criação artística e residência na Companhia Olga Roriz. Em 2020 apresentou CHAMBRE 19 no âmbito do projeto curadoria ALL TOMORROW'S PARTIES coordenado pelos SillySeason e em 2021 estreou NEON 80 performance de dança na blackbox do CCB.
Já colaborou com artistas como Miguel Rosado Moreira, Tiago Rodrigues, Companhia Olga Roriz, André de Campos, Wbmotion Kulturverein, Tamara Cubas, Maurícia | Neves, Albano Jerónimo, Diana de Sousa, Teatro do Mar, Filipe Baptista, Bruno Alexandre, Francisca Manuel e André Uerba.

Março

9/03 qui 19:30
11/03 sáb 19:30

CAMPO ALEGREPalco do Auditório

dança ⁄ ciborgue ⁄ videojogos ⁄ virtual ⁄ marginal
No âmbito do projeto Pendular
Em coprogramação com o Centro Cultural de Belém (CCB)
Preço 7€
Duração 40min
Classificação etária 14+
Conceito e interpretação Beatriz Dias
Criação sonora Miguel Lucas Mendes
Apoio à dramaturgia e desenho de luz André de Campos
Cenografia Nuno Tomaz
Voz off Sylvia Rijmer
Direção de produção, gestão e difusão Patrícia Soares, Filipe Metelo
Produção executiva Sandra Cardoso
Casa de produção Produção d’Fusão
Registo de vídeo e imagem João Catarino, Catarina Cardoso, Paulo Pimenta
Web design Diogo Brito
Residência de coprodução O Espaço do Tempo Apoio à Criação OPART/Estúdios Victor Córdon, Fundação GDA
Apoiado pela República Portuguesa - Ministério da Cultura
Coprodução Centro Cultural de Belém, Cineteatro Louletano, Companhia Olga Roriz