Johann Le Guillerm

Le pas grand chose

Johann Le Guillerm

© Philippe Cibille

FIMP NO TMP

Outubro

15/10 sex 19:30
16/10 sáb 17:00

RIVOLIPalco do Grande Auditório

Conferência-espetáculo
França
Estreia nacional
Preço 12€
Duração 1:20min 
Classificação etária 12+
Informação adicional Espetáculo falado em francês com legendagem em português
E se começássemos tudo do zero? Pegar em pouca coisa, um ponto, o mínimo. Observar, experimentar, procurar soluções patafísicas, essa ciência do particular que fez da exceção a sua regra e abriu caminho às soluções imaginárias... Desde as primeiras palavras, entramos no cérebro de um conferencista rebelde. Com declarações literais e elucubrações desconcertantes, ele testa, demonstra, deduz e põe à vista o fruto das suas experiências tão arriscadas e disparatadas quanto fundamentais e vertiginosas. Elogio à idiotia como antídoto para o pronto-a-pensar, Le pas grand chose explora um “périplo pelo vazio” repleto de interrogações abissais.


A partir de 2001, Johann Le Guillerm empenhou-se em Attraction, um projeto de investigação que questiona o equilíbrio, as formas, os pontos de vista e o movimento e se materializa de diversas formas: objetos, espetáculos, esculturas, performances… Definindo-se como especialista do espaço dos pontos de vista, pulveriza as disciplinas tradicionais do circo.

FIMP NO TMP

Outubro

15/10 sex 19:30
16/10 sáb 17:00

RIVOLIPalco do Grande Auditório

Conferência-espetáculo
França
Estreia nacional
Preço 12€
Duração 1:20min 
Classificação etária 12+
Informação adicional Espetáculo falado em francês com legendagem em português
Conceção, encenação e interpretação Johann Le Guillerm
Desenho de luz Anne Dutoya
Operação de luz Flora Hecquet
Operação de vídeo David Dubost
Desenho de som Alexandre Piques
Grafismo vídeo Christophe Rannou
Figurino Anaïs Abel
Fabrico e construção Silvain Ohl
Cenografia Alexandra Boucan
Produção Cirque ici
Residências de criação Théâtre de l’Agora scène nationale d’Evry et de l’Essonne, Le Channel – scène nationale de Calais, Comédie de Caen – CDN de Normandie, 2 Pôles Cirque en Normandie – La Brèche à Cherbourg e Cirque-Théâtre d’Elbeuf
Com o apoio de Município de Essonne
Coprodução 2 Pôles Cirque en Normandie – La Brèche à Cherbourg e Cirque-Théâtre d’Elbeuf, Agora – Pôle national des arts du cirque de Boulazac, Archaos – Pôle national des arts du cirque méditerranée, Le Grand T – Théâtre de Loire-Atlantique, Le Monfort (Paris), Tandem scène nationale, Théâtre de l’Agora – scène nationale d’Evry et de l’Essonne, Les Treize Arches – scène conventionnée de Brive, Le Volcan – scène nationale du Havre, CREAC – La cité cirque de Bègles
A companhia é financiada pelo Ministério da Cultura de França (DGCA e DRAC Ilha de França), Região da Ilha de França, Município de Paris e Institut français (Paris).