Phia Ménard / Cie Non Nova

L'après-midi d'un foehn Versão 1

Phia Ménard / Cie Non Nova

© Jean-Luc Beaujault

FOCO PHIA MÉNARD

ESPETÁCULOS PARA ESCOLAS E FAMÍLIAS

Fevereiro

23/02 qua09:4511:1514:30

CAMPO ALEGREPalco do Auditório

Dança
França
Programação organizada no âmbito da Temporada Portugal-França 2022
Preço 2.50€ (crianças e grupos escolares) / 7€ (adultos)
Duração 25min
Classificação etária 6+

Programação organizada no âmbito da Temporada Portugal-França 2022


Qual é a esperança de vida de um saco de plástico do polietileno de crude até ao momento em que é deitado fora? Quanto tempo é efetivamente usado? Muito pouco, comparado com o tempo que perdurará no planeta, soprado e fustigado pelo vento. É então que começa a sua verdadeira vida, a sua vida autónoma. Saquinho de plástico anónimo entre os inúmeros saquinhos de plástico do mundo a caminho de uma eternidade à prova de decomposição. Esperemos que haja um vento forte que o ajude a ultrapassar quaisquer obstáculos, que o leve pelos oceanos e montanhas, para encontrar novas possibilidades e experimentar vidas diferentes. E se nós, humanos, tão firmemente ancorados ao chão, e se também nós pudéssemos escapar à força da gravidade e voar com o vento, por fim livres, levados pela valsa arbitrária do ar? E se estivéssemos a alimentar inconscientemente a nossa sede de descoberta de territórios desconhecidos, de travar batalhas incertas para tornar cada um dos nossos membros parte de nós, autónomo e incontrolável. De pé ou de cabeça para baixo, libertos das mãos para cima, ser o objeto de toda a deslocação e movimento. Apenas um som e a carícia do ar. Esta peça usa uma simples turbina para criar um turbilhão. As personagens dos saquinhos de plástico desenham trajetórias no espaço, respondendo ao movimento do ar que, por sua vez, é controlado pelo protagonista. – Phia Ménard 


A companhia foi fundada em 1998 por Phia Ménard com o intuito de abordar o malabarismo de outra perspetiva, a partir da estrutura cénica e dramatúrgica de cada peça. O princípio fundador da companhia é non nova, sed nove (nada de novo, mas de forma diferente). Os muitos projetos multidisciplinares da companhia juntaram artistas, técnicos, pensadores de vários horizontes com experiências diversas. Não é um coletivo, mas uma equipa profissional, com Phia Ménard responsável pela direção artística. Até à data, os vários projetos da companhia Non Nova foram apresentados na África do Sul, Alemanha, Argentina, Áustria, Bélgica, Benim, Brasil, Brunei, Burquina Faso, Burundi, Cabo Verde, Canadá, Chile, China, Colômbia, Coreia do Sul, Croácia, Dinamarca, Emirados Árabes Unidos, Equador, Eslováquia, Espanha, Estados Unidos da américa, Federação Russa, Finlândia, França, Grã-Bretanha, Grécia, Haiti, Honguecongue, Hungria, Iémen, Indonésia, Irlanda, Itália, Japão, Jordânia, Kosovo, Líbano, Madagáscar, Mali, Maurícia, México, Namíbia, Níger, Nigéria, Senegal, Suécia, Suíça, Tailândia, Taiwan, Togo e Uruguai.  

FOCO PHIA MÉNARD

ESPETÁCULOS PARA ESCOLAS E FAMÍLIAS

Fevereiro

23/02 qua09:4511:1514:30

CAMPO ALEGREPalco do Auditório

Dança
França
Programação organizada no âmbito da Temporada Portugal-França 2022
Preço 2.50€ (crianças e grupos escolares) / 7€ (adultos)
Duração 25min
Classificação etária 6+

Programação organizada no âmbito da Temporada Portugal-França 2022


Direção artística Phia Ménard 
Assistência Jean-Luc Beaujault 
Interpretação (alternadamente) Jean-Louis Ouvrard, Cecile Briand, Silvano Nogueira 
Banda sonora Ivan Roussel a partir de Claude Debussy’s Afternoon of a Faun 
Direção de cena Olivier Gicquiaud 
Direção de som (alternadamente) Olivier Gicquiaud, Ivan Roussel, Mateo Provost, David Leblanc 
Desenho de marionetas 
Phia Ménard 
Construção de marionetas Claire Rigaud 
Coencenação, gestão e agendamentos Claire Massonnet 
Assistência de produção Clarisse Mérot 
Relações públicas Adrien Poulard 

A companhia Non Nova é financiada pelo Ministério da Cultura e Comunicação de França – Direção Regional dos Assuntos Culturais do Pays de la Loire, Município de Nantes, Conselho Regional do Pays de la Loire, Conselho Departamental de Loire-Atlantique, Institut Français (o organismo internacional de relações culturais de França) e Fundação BNP Paribas. A companhia está sediada em Nantes
  • © Jean-Luc Beaujault

    © Jean-Luc Beaujault

  • © Jean-Luc Beaujault

    © Jean-Luc Beaujault

  • © Jean-Luc Beaujault

    © Jean-Luc Beaujault

  • © Jean-Luc Beaujault

    © Jean-Luc Beaujault