Joana Castro

RITE OF DECAY

Joana Castro

© Pedro Figueiredo

RETRATOS III

TMP ONLINE

Maio

27/05 sex 21:30 RIVOLI Palco do Grande Auditório
28/05 sáb 19:30 RIVOLI Palco do Grande Auditório
01/06 qua 17:00 TMP ONLINE

RIVOLIPalco do Grande Auditório

Dança
Preço 7€ (Rivoli) / 3.50€ (TMP Online)
Duração 45 – 60min
Classificação etária 16+

CONDIÇÕES TMP ONLINE 
Visualização disponível 24h (entre as 17h00 de 1 de junho e as 17h00 de 2 de junho) em tmp.bol.pt
RITE OF DECAY é uma dança sobre a morte, ou várias mortes. A gestão de um corpo que se desmultiplica noutros, já extintos ou por vir. Em decadência, que se expõe, que falha, onde o tudo e o nada, a persistência e a renúncia, a presença e a ausência, se defrontam na tentativa de reconciliação com o fim. O fim do mundo como uma metáfora para a nossa própria degradação. — Joana Castro


Joana Castro nasceu no Porto em 1988. Coreógrafa e performer portuguesa desenvolve os seus projetos entre a dança, a performance e o som, tendo apresentado algumas das suas obras em Portugal, França, Bélgica, Alemanha e Brasil. Tem o curso de intérprete profissional de dança pelo Balleteatro Escola Profissional (2003 a 2006), frequentou o Programa de Estudo, Pesquisa e Criação Coreográficano Fórum Dança em Lisboa em 2008, a pós-graduação de especialização em performance na Faculdade de Belas Artes do Porto em 2016/17 e tirou um curso de produção de áudio na escola Bi-Motor em 2015. Enquanto criadora na área da dança/performance destaca "Perto... tanto quanto possível" (2014), “EVERLASTING”(2016), "SU8MARINO" (2016/17), "RITE OF DECAY" (2019/20), "and STILL we MOVE" (2021), “Darktraces” (2021) e “Darktraces: on ghosts and spectral dances” (2022). Desde 2007 que a morte tem uma presença constante na sua vida, sendo inevitável uma contínua reflexão sobre a sua condição existencial enquanto pessoa e artista no mundo. Ideias como: o luto, a perda, a decadência, a extinção, a destruição, a falha e rituais de fim têm habitado o seu universo criativo, considerando também a morte como potência transformadora e regeneradora. Colaborou enquanto cocriadora e performer com Né Barros, Joclécio Azevedo, Carlota Lagido, Victor Hugo Pontes, Flávio Rodrigues, Maurícia Barreira Neves, Joana Providência, entre outras.

RETRATOS III

TMP ONLINE

Maio

27/05 sex 21:30 RIVOLI Palco do Grande Auditório
28/05 sáb 19:30 RIVOLI Palco do Grande Auditório
01/06 qua 17:00 TMP ONLINE

RIVOLIPalco do Grande Auditório

Dança
Preço 7€ (Rivoli) / 3.50€ (TMP Online)
Duração 45 – 60min
Classificação etária 16+

CONDIÇÕES TMP ONLINE 
Visualização disponível 24h (entre as 17h00 de 1 de junho e as 17h00 de 2 de junho) em tmp.bol.pt
Conceção, criação coreográfica, interpretação e espaço cénico Joana Castro
Voz e paisagem sonora Diana Combo, Joana Castro
Figurino e maquilhagem Silvana Ivaldi
Desenho de luz Mariana Figueroa
Operação de som Rafael Maia
Aconselhamento artístico Maurícia | Neves
Registo e edição de vídeo Eva Ângelo
Residência de coprodução O Espaço do Tempo
Apoio à criação e residências artísticas Nome Próprio, DeVIR CAPa, Companhia Instável, Rua das Gaivotas 6, A22, Centro de Criação Candoso | CCVF, Teatro de Ferro, Centro Cultural do Cartaxo/Materiais Diversos, O Rumo do Fumo, CTB - Companhia de Teatro de Braga
Coprodução Festival GUIdance / Centro Cultural Vila Flor, Cultura em Expansão / Câmara Municipal do Porto
  • © Pedro Figueiredo

    © Pedro Figueiredo

  • © Pedro Figueiredo

    © Pedro Figueiredo

  • © Pedro Figueiredo

    © Pedro Figueiredo

conteúdos relacionados