Manuela Infante

Estado vegetal

Manuela Infante

© Maida Carvallo

FITEI 2021

Abril

2822.00hQua

RIVOLIGrande Auditório

Teatro
Chile
Estreia nacional
Preço 12€ 
Duração 1.30h
Classificação etária >12
"Estado vegetal" é um monólogo polifónico, ramificado, exuberante, repetitivo, divisível e séssil. A protagonista é uma mulher, que não é um indivíduo / é uma multidão, um enxame. Este não é um trabalho animal, é um trabalho vegetal. Com base no pensamento revolucionário de filósofos como Michael Marder e neurobiologistas como Stefano Mancuso, o espetáculo procura investigar novos conceitos como inteligência vegetal, alma vegetativa ou comunicação vegetal e as suas influências em processos criativos. Se aceitarmos que as plantas têm outras formas de pensar, sentir, comunicar, outra forma de consciência e outra noção de tempo, talvez possamos avaliar as nossas próprias noções do que é pensar, sentir, ser, comunicar, transformar, ser consciente. "Estado vegetal" gira em torno de um diálogo impossível entre seres humanos e plantas. Um diálogo fracassado com a natureza, que é talvez o nosso monólogo mais inato. 


Dramaturga e encenadora chilena, MANUELA INFANTE exerceu estas funções na companhia Teatro do Chile, entre 2001 e 2016, onde apresentou espetáculos como Prat, Juana, Narciso, Rey Planta, entre outras. Destacam-se também os espetáculos Fin, com estreia no Festival de Módena / What´s he building in there?, criado em residência artística no The Watermill / On the beach, com curadoria de Bob Wilson e estreia no Barishnikov Arts Center, Nova Iorque / e Don´t feed the humans, com estreia no Hebbel am Uffer, Berlim. Já apresentou os seus trabalhos pela América, Europa e Ásia. Estado Vegetal, a sua criação mais recente, foi apresentada em países como Singapura, Suíça e Coreia do Sul.

FITEI 2021

Abril

2822.00hQua

RIVOLIGrande Auditório

Teatro
Chile
Estreia nacional
Preço 12€ 
Duração 1.30h
Classificação etária >12
Direção Manuela Infante
Dramaturgia Manuela Infante, Marcela Salinas
Interpretação Marcela Salinas
Design Rocío Hernández
Produção Carmina Infante
Adereços Ignacia Pizarro
Vozes gravadas Pol del Sur
Tradução Bruce Gibbons, Alex Ripp, British Council Chile
Coprodução NAVE - Centro de Creación y Residencia Fundación Teatro a Mil